sexta-feira, 28 de janeiro 2022

Com mais de mil atletas, Eco Pantanal Extremo se consolida como principal evento esportivo de aventura do Centro-Oeste

Postado em 13 de dezembro de 2021, por Cléber Soares.

O principal e maior evento esportivo de aventura e adrenalina da região Centro-Oeste é sul-mato-grossense. Em mais uma edição, o Eco Pantanal Extremo – Jogos de Aventura confirmou essa marca, reunindo mais de mil atletas em Corumbá, para a disputa de seis modalidades: tiro prático, canoagem, corrida de trilha, mountain bike (MTB), stand up paddle (SUP) e maratona aquática. A competição é fruto da parceria de sucesso entre Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) e Prefeitura Municipal de Corumbá, via Fundação de Esportes (Funec).

De acordo com o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda, a Capital do Pantanal já se tornou destino dos amantes de esportes radicais. “Muitos atletas, de diversas regiões do país, já esperam e reservam espaço no calendário no fim do ano para virem a Corumbá disputar o Eco Pantanal Extremo. Ficamos muito felizes em poder retomar esse evento, que é referência de esporte de aventura no país”.

O diretor-presidente da Fundação de Esportes de Corumbá (Funec), Luciano Oliveira, também destacou a grandeza do evento. “O Eco Pantanal Extremo é um evento esperado por todos. Hoje ele está sendo considerado um dos eventos de esportes mais importantes do Centro-Oeste. Isto muito nos orgulha, porque temos um quintal tão favorável para realizar essas atividades, essas modalidades extremas”.

Campeão na Paralimpíada de Tóquio-2020, Fernando Rufino mais uma vez foi a grande atração da canoagem durante o Eco. O paracanoísta, bolsista do Governo do estado, considera o Rio Paraguai e a cidade de Corumbá como casa. “Isso aqui é uma festividade pra mim, o último campeonato do ano. Então, foi um motivo de alegria estar junto com as pessoas que torceram pra mim ao longo da minha carreira. E é daqui que eu brotei. É de Corumbá, de Aquidauana, de Campo Grande. É do nosso estado. Vindo para cá, falei numa entrevista que tenho raízes aqui. Coisas que me alimentam também para gente ir às Olimpíadas 2024. Paris está logo ali e estamos treinando firme”, afirmou.

“Essa galera aqui faz parte de cada conquista minha, não remamos. Fico contente com o avanço da modalidade no nosso estado e no país. Remei ao lado de grandes futuros atletas. Isso é motivo de orgulho e de alegria saber que o Estado está no caminho certo. Está vindo os outros atletas aí.  Futuramente não vou aguentar mais. Estou ficando velho. E quero ver outros atletas representando, dando continuidade a esse trabalho”, completou Rufino.

A corrida de trilha foi a modalidade com o maior número de inscritos e consagrou Vilmar Roberto Dias como hexacampeão da categoria principal (13 quilômetros), que fechou a prova em 43min49s. De Fátima do Sul, o corredor esteve na Tóquio-2020 como atleta-guia da maratonista baiana Edneusa de Jesus.

“Venho treinando muito, estive em Tóquio, foi um mérito, uma vitória, uma conquista que eu tive na Paralimpíada. Sou atleta-guia da seleção brasileira paralímpica hoje e só tenho que agradecer a população de Corumbá, aqui sempre fui bem recebido aqui. Gostaria de agradecer também a organização, a Fundesporte e todo mundo. Esse ano foi muito bem organizado”, destacou o atleta.

O Eco Pantanal Extremo encerrou o calendário de provas de Vilmar em 2021. “Muito bom estar aqui mais uma vez. O percurso é difícil, não é fácil. Eu acho que um dos mais difíceis do Estado é aqui, mas eu gosto desse tipo de prova. O pessoal inclusive me chama de Pai do Mato”.

Os resultados das seis modalidades e as fotos do evento podem ser conferidas no site www.ecopantanalextremo.net.br.

Lucas Castro – Fundesporte, com informações da Prefeitura Municipal de Corumbá

Foto: Renê Marcio Carneiro

Veja também

Visando preparação para a Copa da Amizade, equipes fizeram amistosos no domingo

Dois jogos visando a preparação da edição espacial de 20 anos da Copa da Amizade …