terça-feira, 19 de outubro 2021
Eduardo Riedel acompanhou de perto os Jogos Escolares e premiou os atletas (Fotos: Lucas Castro/Fundesporte)

1ª etapa dos Jogos Escolares de MS chega ao fim com classificações à fase nacional

Postado em 23 de agosto de 2021, por Cléber Soares.

Um longo período de espera chegou ao fim no último final de semana, dias 21 e 22 de agosto. Os Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul enfim retornaram, primeiro com a etapa das modalidades individuais na faixa etária de 12 a 14 anos, em Campo Grande. Foram dois dias intensos de disputas, intercâmbio sociocultural entre alunos-atletas e, acima de tudo, alívio pela retomada da tão aguardada competição, o que também representa esperança pelo fim da pandemia da Covid-19.

Como o vírus ainda não foi embora, segurança sanitária foi a chave do evento organizado pela Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte). Com testagem completa de todos os envolvidos e cumprimento severo de protocolo de conduta de biossegurança elaborado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), Mato Grosso do Sul, estado exemplo no controle da pandemia e líder de vacinação, consolidou-se como um dos primeiros do país a trazer de volta as competições esportivas.

Oito modalidades individuais foram disputadas nesta primeira etapa dos Jogos: atletismo, badminton, ciclismo, judô, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez, nos gêneros masculino e feminino. A competição serviu de seletiva estadual e classificou estudantes-atletas para os Jogos Escolares Brasileiros (JEBs), que ocorrerão de 29 de outubro a 5 de novembro, no Rio de Janeiro (RJ), com organização da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), junto à Secretaria Especial do Esporte.

Mais de 280 alunos-atletas de escolas públicas e privadas participaram dos Jogos, oriundos de 24 municípios: Amambai, Anastácio, Aquidauana, Aral Moreira, Caarapó, Campo Grande, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Dourados, Guia Lopes da Laguna, Itaporã, Jardim, Maracaju, Naviraí, Nioaque, Paranaíba, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Verde de Mato Grosso, Sonora, Três Lagoas e Vicentina.

Apesar das restrições na edição deste ano, a Fundesporte criou estratégias para desenvolver a competição sem perder a qualidade técnica de estrutura e organização. “Ficamos muito felizes com a retomada dos Jogos Escolares, porque sabemos que têm papel essencial no ciclo de formação dos nossos atletas, que se empenham nos treinos nas escolas esperando esse momento. Vimos a alegria no semblante da garotada e a motivação dos técnicos”, afirma o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda. “É um momento muito especial para Mato Grosso do Sul, conseguir fazer a retomada com protocolos bem rígidos, mas sem tirar o brilho do esporte”.

Apaixonado por esporte, o secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel, acompanhou as provas de perto e destacou o empenho do Governo do Estado em retomar atividades cruciais à população com comprometimento e segurança. “Foi um evento especial e marcante, no momento em que Mato Grosso do Sul também retoma as aulas presenciais nas escolas. A segurança dos envolvidos prevaleceu, todas as medidas foram aplicadas para a segurança dos atletas, o que estimula também o próprio conceito de retorno às aulas, depois de um ano e meio praticamente com o país parado e o mundo assustado”.

“Os Jogos Escolares atendem desde 2015 a comunidade esportiva com muita qualidade e é muito bom ver atletas de vários municípios presentes na capital, nas diversas modalidades, se preparando para a caminhada esportiva. Vamos continuar nossa política pública ao esporte sul-mato-grossense que tem dado grandes resultados. O esporte, sem dúvida, é um grande vetor de desenvolvimento para nossa sociedade”, finaliza Riedel.

“Gostinho” especial

Pode ter sido apenas um fim de semana, mas os atletas foram ao limite em cada prova. A entrega e dedicação nas quadras, nas pistas, nos tabuleiros, na piscina e nos tatames são sempre uma marca dos Jogos Escolares, mas a edição 2021 teve um “gostinho especial”. Energia acumulada, ansiedade à flor da pele, expectativas e euforia. O técnico de tênis de mesa, Mário Márcio Soken, sentiu tudo isso e presenciou estes sentimentos em seus atletas.

Para ele, a etapa inaugural aliviou uma sobrecarga trazida pelo longo período de isolamento social principalmente. “O pessoal estava ansioso, me perguntando sempre sobre os Jogos, os pais também. Então, acho que os Jogos vieram com uma dose maior de adrenalina e alegria. É a chance de ver técnicos de outras cidades, trocar experiência, ter uma integração, além da rivalidade de competir e representar sua cidade, damos nosso máximo. No final, sentimos satisfação, porque fez muita falta”.

Os torneios on-line de xadrez são fundamentais na preparação de enxadristas, especialmente na fase escolar, e se multiplicaram durante a pandemia. Mas para Erik Shikasho, do Colégio Elite Mace, da capital, nada se compara a sentir a textura do tabuleiro e das peças, de olhar para o relógio e da tensão frente a frente com o adversário numa mesa.

“Que bom que os Jogos voltaram. A gente que mora em Mato Grosso do Sul se sente privilegiado, temos um grande índice de vacinação e isso proporcionou a realização”, relata o atleta de 13 anos, que encerrou sua participação nesta faixa etária dos Jogos com a medalha de ouro nos ritmos clássico e blitz, ajudando Campo Grande a terminar em primeiro na classificação geral.

Confira abaixo um resumo de cada modalidade:

Atletismo

O Parque Olímpico Ayrton Senna foi o palco do atletismo, no sábado (21) e domingo (22), que teve provas de 80, 150, 800 e 2.000 metros rasos, 80 e 100 metros com barreira, revezamento 5×800 metros, saltos em distância e altura, arremesso do peso (3 e 4 kg), e lançamentos do dardo (500 e 600 g), disco (750 g e 1 kg) e martelo (4 kg).

Na classificação geral, Campo Grande sagrou-se campeã, com 168 pontos, seguida de Amambai (115 pontos) e Dourados (113,5 pontos). No masculino, vitória de Amambai, que somou 115 pontos. Campo Grande terminou em segundo (79 pontos) e Dourados em terceiro (56 pontos). Entre as meninas, Campo Grande levou a melhor, com 89 pontos. Logo abaixo, ficaram Dourados (57,5 pontos) e Ponta Porã (33,5 pontos).

No total, 85 atletas participaram, de 12 cidades: Amambai, Anastácio, Campo Grande, Chapadão do Sul, Costa Rica, Dourados, Guia Lopes da Laguna, Paranaíba, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Verde de Mato Grosso e Sonora. Destes, 34 (17 no masculino e 17 no feminino) vão representar Mato Grosso do Sul nos JEB’s 2021. Confira todos os resultados individuais, em detalhes, no link a seguir: Resultados – Atletismo JEJMS 2021 12-14 anos

Badminton

O ginásio da Unigran Capital recebeu as partidas de badminton no sábado (21), com provas divididas em simples e duplas. Ao todo, foram à quadra nove estudantes-atletas (seis meninos e três meninas), de Maracaju, Nioaque, Sonora e Três Lagoas.

Na disputa masculina simples, Daniel de Andrade Oliveira, da Escola Estadual Comandante Mauricio Coutinho Dutra (Sonora), foi o vencedor, ao bater na final Erick de Amorin Nogueira, da E.E. Luiz Lopes de Carvalho (Três Lagoas). O bronze foi para Lucas Bezerra Wagner, da Escola Paroquial Nossa Senhora Aparecida (Maracaju). Na dupla, Erick Amorim e Eduardo Calixto, da E.E. Luiz Lopes de Carvalho (Três Lagoas), garantiram o primeiro lugar, superando a dupla Jhonatan Santos e Everton Penha, da EE Odete Vilas Boas (Nioaque).

Já na feminina simples, Ketullyn Gabrielly dos Santos, da E.E. Luiz Lopes de Carvalho (Três Lagoas), foi ouro e Larissa Souza Aquino, representando a E.E. Odete Ignez Resstel Vilas Boas (Nioaque), ficou com a prata. Segundo o regulamento, quatro atletas vão aos JEB’s, dois em cada gênero.

Confira os resultados de todas as partidas e as classificações, em detalhes, no link: Resultados – Badminton JEJMS 2021 12-14 anos

Ciclismo

Pista reservada na região da Praça do Papa assegurou as provas de ciclismo no sábado (21) pela manhã. Com a inscrição de quatro atletas (três no masculino e uma no feminino), a modalidade foi a primeira a definir campeões nos Jogos. Pedalaram alunos-atletas de Campo Grande, Chapadão do Sul e Coxim. As disputas foram no contrarrelógio (velocidade), prova por pontos e estrada (resistência) em circuito.

O coxinense Pedro Lucas Dourado, da E.E. Pedro Mendes Fontoura, foi o campeão geral, ao somar 39 pontos, e vai aos JEB’s em outubro. Em segundo terminou Vinicius Benevides Ramos, da Escola Municipal Professora Maria Lúcia Passarelli (Campo Grande), com 27 pontos. Eliel Cesar Rodrigues, da EM Cecilia Meireles (Chapadão do Sul) fechou o pódio, com 21 pontos.

Quem também estará na capital fluminense para a etapa nacional é Maria Eduarda Galiziani, da Escola Nazaré (Campo Grande), que mesmo sozinha na competição feminina precisou ir à pista para garantir a classificação. Ela somou os 39 pontos totais.

Confira os detalhes das provas no link: Resultados – Ciclismo JEJMS 2021 12-14 anos

Judô

O judô reuniu 67 atletas (33 meninas e 34 meninos) na sede de campo do Rádio Clube e finalizou as lutas ainda no sábado (21). Foram aos tatames judocas de sete cidades: Aquidauana, Campo Grande, Dourados, Itaporã, Maracaju, Naviraí e Nioaque. As disputas aconteceram nas categorias superligeiro, ligeiro, meio-leve, leve, meio-médio, médio, meio-pesado e pesado.

No quadro geral de medalhas, Campo Grande sobressaiu-se, faturando 15 medalhas (13 de ouro, uma de prata e uma de bronze), o que resultou em 121 pontos. Dourados encerrou a participação na segunda colocação, com sete medalhas (duas de ouro e cinco de prata) e 67 pontos.

O município de Itaporã terminou em terceiro lugar por ter conquistado nove medalhas (uma de ouro, duas de prata e três de bronze), somando 53 pontos. Vale ressaltar que foi aplicado o sistema olímpico, em que o peso/cor das medalhas determina a colocação e não a quantidade total.

Os campeões de cada categoria de peso representarão Mato Grosso do Sul nos JEB’s, o que resulta em 16 atletas (oito no masculino e oito no feminino). Confira todos os resultados individuais detalhados no link a seguir: Resultados – Judô JEJMS 2021 12-14 anos

Natação

Ao todo, 39 alunos-atletas (18 meninas e 21 meninos) deslizaram na piscina do Rádio Clube cidade no sábado (21) e domingo (22), levando o nome dos municípios de Campo Grande, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Maracaju e Três Lagoas. As provas foram 50 e 100 metros borboleta, 50 e 100 metros costas; 50, 100 e 400 metros livre, revezamentos 4×50 metros livre e medley; 50 e 100 metros peito, e 200 metros medley.

Campo Grande conquistou o título geral, com 386 pontos, fruto de 41 medalhas (22 ouros, 12 pratas e sete bronzes). Costa Rica veio logo atrás, com 170 pontos (18 medalhas: um ouro, 10 pratas e sete bronzes). Maracaju completou o pódio, ao somar 101 pontos (oito medalhas: uma prata e sete bronzes).

Mato Grosso do Sul terá 16 atletas (oito no feminino e oito no masculino) no Rio de Janeiro para a disputa dos JEB’s. Todos os resultados individuais, em detalhes, podem ser conferidos no link a seguir: Resultados – Natação JEJMS 2021 12-14 anos

Tênis de mesa

A Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira de Campo Grande (AECNB) foi a casa do tênis de mesa escolar neste fim de semana, com duelos no sábado (21) e domingo (22). Os Jogos da Fundesporte reuniram 33 mesa-tenistas (11 meninas e 22 meninos) de 13 cidades: Anastácio, Aral Moreira, Campo Grande, Chapadão do Sul, Corumbá, Dourados, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Sonora, Três Lagoas e Vicentina.

As provas foram disputadas nos estilos individual e por equipes, em ambos os gêneros. Campo Grande levou o troféu geral, Ponta Porã terminou em segundo e Jardim pegou o bronze. Quatro estudantes-atletas sul-mato-grossenses (dois de cada gênero) estarão nos JEB’s.

Confira todos os resultados detalhados no link a seguir: Resultados – Tênis de mesa JEJMS 2021 12-14 anos

Vôlei de praia

Estreante na faixa etária de 12 a 14 anos dos Jogos Escolares da Juventude de MS, o vôlei de praia teve a adesão de seis municípios: Anastácio, Aral Moreira, Caarapó, Campo Grande, Três Lagoas e Vicentina, reunindo 20 desportistas (10 duplas: seis femininas e quatro masculinas). Os jogos ocorreram em arena montada na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), e ocuparam o sábado (21) e domingo (22).

No masculino, a dupla formada por Rodrigo Francisco Junior e Raphael Alexandre Bispo, da E.E. Dolor Ferreira de Andrade, de Campo Grande, subiu no lugar mais alto do pódio. Anastácio garantiu a prata, representado por Luiz Felipe Feldens e Daniel Teodoro, da E.E. Carlos Drummond de Andrade. O bronze foi para Três Lagoas, com Endrick Rocha e João Gabriel Silva, da E.E. Luiz Lopes de Carvalho.

Entre as meninas, Campo Grande faturou o ouro, com a parceria Ana Beatriz Sanches e Beatriz Sandim, da Escola Funlec – Raul Sans de Matos. A dupla Ana Carolina Barbosa/Carolina Gomes, da E.E. Doutor Fernando Corrêa da Costa, assegurou a prata para Aral Moreira. Anastácio ficou em terceiro, graças ao empenho de Any Vitória Peixoto e Hemilly Souza, alunas da E.E. Roberto Scaff.

Conforme o regulamento, as duplas campeãs em cada gênero carregarão a bandeira de Mato Grosso do Sul nos JEB’s. Veja os resultados detalhados de todas as partidas no link a seguir: Resultados – Vôlei de praia JEJMS 2021 12-14 anos

Xadrez

Além do tênis de mesa, a Nipo sediou as partidas de xadrez no sábado (21) e domingo (22). Participaram 25 alunos-atletas (11 meninas e 14 meninos) de oito cidades: Anastácio, Campo Grande, Corumbá, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Maracaju, Ribas do Rio Pardo e Três Lagoas. Os confrontos foram realizados nos ritmos clássico/pensado (cinco rodadas) e blitz (seis rodadas).

Por equipes, no clássico, Campo Grande alcançou o primeiro lugar no masculino, com nove pontos ganhos, seguido de Anastácio (5,5 pontos) e Ribas do Rio Pardo (cinco pontos). Já no feminino, Maracaju foi o município vencedor, somando sete pontos. Corumbá foi prata, com 6,5 pontos, mesma pontuação de Campo Grande, que conquistou o bronze.

ndividualmente, Erik Shikasho, do Colégio Elite Mace (Campo Grande), foi o campeão do ritmo clássico. João Vitor França, também da capital, da E.M. Licurgo de Oliveira Bastos, fechou em segundo lugar. O bronze foi para Três Lagoas, com Arthur Neres, da E.E. Professor João Magiano Pinto, colocando a medalha no peito.

No feminino, vitória da corumbaense Jamilly Maciel, da Escola Adventista. Beatriz Baeza garantiu a prata, representando a E.E. Blanche Dos Santos Pereira, da capital. Amanda Fernanda Lescano colocou o nome de Maracaju em evidência na modalidade, ao terminar com a medalha bronzeada. Ela vestiu as cores da E.E. Cambaraí.

No total, quatro atletas (dois de cada gênero) estão garantidos nos JEB’s. Confira todos resultados, inclusive a classificação final do blitz, no link a seguir: Resultados – Xadrez JEJMS 2021 12-14 anos

Todas as fotos do evento estarão disponíveis em breve no site e página oficial da Fundesporte no Facebook (www.facebook.com/fundesporte).

Os Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul são realizados pelo Governo do Estado, por intermédio da Fundesporte, com apoio da Companhia de Gás do Estado (MSGÁS).

Fundesporte / Lucas Castro

Veja também

Com “hat trick duplo” de Rodrigo Melo, Inter Flórida vence Meninos de Vila e garante vaga nas 4ª de finais

Certamente a tarde deste último sábado, 16, ficará marcado na memória de Rodrigo Melo, atacante …